Como driblar a alta do dólar e economizar na viagem internacional

Viajar, conhecer outros países e culturas, visitar pontos turísticos, viver novas experiências. Esse é o sonho de muitos o qual vem recebendo um balde de água fria devido à cotação do dólar e do euro. A viagem das férias, por tanto tempo esperada, parece estar ficando cada vez mais longe do alcance das pessoas. Os especialistas não acreditam que o dólar volte com facilidade para cotações dos últimos anos, portanto não estranhe se ele subir ainda mais.

Mas fique calmo: viajar para o exterior é possível sim, mesmo com a alta cotação. Com algumas dicas, você pode economizar o seu dinheiro, compensando o gasto com as moedas estrangeiras. Confira:

 

1 – Compre os dólares e euros em parcelas antecipadas

Essa dica dos economistas pode ajudar a você economizar. Não deixe para fazer o câmbio perto da viagem e tudo de uma só vez, pois você pode pegar o dia em que a cotação está mais em alta. Parcelar a compra irá manter uma média do valor da moeda. Além disso, uma boa dica é acompanhar diariamente a cotação e nos dias de baixa, aproveitar para fazer a compra.

 

2 – Planeje a viagem com antecedência

Um bom planejamento dará a você tempo para tomar as decisões. Além disso, você poderá parcelar as passagens do avião e hotel. Na data da viagem, você já terá quitado os gastos e não terá de se preocupar com eles.

Outra boa vantagem é comprar pacotes de viagem com 12 até 18 meses de antecedência. Algumas agências de viagens vendem os pacotes com valores congelados, sem oscilarem com a cotação. Isso significa que você viajará daqui um ano, mas com o valor de uma viagem de agora. Se o dólar e o euro aumentarem ainda mais até lá, você pagará o valor atual para as passagens e hotel.

 

3 – Fique de olho nas promoções

Com a alta das moedas estrangeiras e, consequentemente, a retração do mercado, muitas companhias também estão sentindo uma queda nas vendas de passagens internacionais. Para compensar, elas têm baixado os valores de alguns destinos, buscando estimular as vendas. Além disso, comprar com antecedência (seis a três meses) evita a disputa e encarecimento das últimas poltronas.

 

4 – Há uma oportunidade inteligente de economizar no hotel

Para os hotéis, reserve um quarto com antecedência, para garantir a sua estadia, em um hotel sem taxas de cancelamento. Mas não pare por aí! Mais perto da sua viagem, fique de olho em diárias que podem estar mais baratas, porque o hotel quer garantir a ocupação. Você pode encontrar opções com melhor custo x benefício e trocar de hotel.

Outra oportunidade está no aluguel de casas, através de aplicativos como o Airbnb, o que é cômodo e seguro. Em viagens com mais pessoas, um aluguel pode ajudar muito, inclusive com a possibilidade de fazer algumas refeições na própria casa.

 

5 Nas compras no exterior evite o uso do cartão de crédito

Apesar de oferecer maior segurança, as compras no cartão de crédito durante a viagem podem trazer grande prejuízo. Isso porque a taxa (de câmbio) será a do dia do fechamento da fatura. O cartão de crédito deve ser usado apenas para imprevistos e situações inesperadas.

O dinheiro em espécie é o mais recomendável, pois assim você não se torna refém da oscilação da moeda. Além disso, as compras à vista livram você da taxa do IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros) de 6,38%, que recai em cada transação internacional feita com cartões e cheques.

 

6 – Durante a viagem, cuide com gastos desnecessários

Você sabia que muitos países europeus possuem aplicativos com horários e rotas dos ônibus? Fica muito fácil ir visitar os lugares com o transporte público, evitando altas despesas com táxi. Essa é só uma das alternativas para diminuir os gastos. Outra ideia interessante é pesquisar valores de alugueis de apartamentos no site Airbnb, por exemplo, diminuindo os custos com a estadia.

Além disso, cuidado com as comprinhas. Às vezes, o produto que você quer comprar está mais barato no Brasil do que no exterior, levando em conta a alta do dólar. Antes de sair do país, pesquise os produtos do seu interesse e veja quanto eles custam por aqui. Tenha a mãos aplicativos para consultar as principais lojas do Brasil.

Entenda seu perfil e descubra as suas prioridades: compras, alimentação, atrações, comodidade na hospedagem e deslocamento. Economize nos itens que menos lhe interessam.

Não deixe que a alta do dólar e euro frustre o seu sonho de viajar. Coloque essas dicas em prática e aproveite a viagem!